In the edges of #climatechaos, it’s about time we raise and #disrupt!

HT_nyc_light_brigade_peoples_climate_march_jt_140914_16x9_992

[EN] Around the world, people from all paths of life are gathering, organizing and taking the streets to put show global leaders we had enough!

We can no longer afford to passively wait and watch our homes flooding, crops disappearing and natural disasters becoming the norm, while they spend years discussing our future in air-conditioned rooms!

It is time to disrupt! And raise together to demand global leaders for real actions, instead of comforting words.

Check out the People’s Climate March website and learn about actions happening around your hood! And please, do get involved!!!! This is the greatest issue of our lifetimes and it gotta need all and each one of us to disrupt this climate chaos!

If you are not able to get out there, and join the over 2000 actions happening in over 160 countries. You must invest your time in learning more about the issue and informing your friends, your family and your community, a good start is the movie Disruption (by PF Pictures) just launched, which tells the story of the making of the march, as well as the global climate movement! (legendas em português)

[PT] Ao redor do mundo, pessoas de todos os tipos e origens estão se juntando e organizando para tomar as ruas e mostrar para os líderes mundiais que já tivemos o bastante!

Não podemos mais esperar passivamente, assistindo nossas casas inundando, as plantações desaparecendo e os desastres naturais se tornando norma, enquanto eles seguem discutindo por anos em salas com ar condicionado!

Chegou a hora de dar um basta, e nos unir para exigir dos nossos líderes ações reais, e não mais apenas palavras de consolo!

Confira a página das mobilizações globais pelo clima, e conheça mais sobre as diferentes ações que vão rolar perto de você! E sim, por favor, se envolva!!! Esse é o desafio de nossas vidas, e precisamos de todos e cada um de nós para dar um basta nesse caos climático!!!

E se por alguma razão você não puder sair e se somar a uma das mais de 2.000 ações que estão acontecendo em mais de 160 países nesse final de semana. Você deve pelo menos investir seu tempo em aprender mais sobre o assunto, e aproveitar para informar seus amigos, familiares e sua comunidade!

Um ótimo começo é o filme Disruption (da PF Pictures) que acabou de ser lançado, e conta a história da preparação para a marcha de amanhã, assim como da formação deste movimento global pelo clima! Confira o filme com legendas em português acima!

10689574_10152536046138884_9139523267012320320_n

Advertisements

Como as mudanças #climáticas mudarão nossas vidas em 2050?

Se as emissões de gases de efeito estufa continuarem aumentado, a temperatura média da atmosfera da Terra pode subir mais de 4°C até o final do século 21. Mas o que realmente significa um aumento da temperatura média global? Como isto vai nos afetar no dia a dia?

Para descobrir o que poderá acontecer, a Organização Meteorológica Mundial (OMM) convidou diversos apresentadores da previsão do tempo de TVs de todo o mundo a imaginarem um boletim meteorológico do ano 2050.

O que eles criaram são apenas cenários possíveis, é claro, e as previsões não são verdadeiras. Mas tudo o que eles dizem está baseado nos relatórios mais recentes da ciência do clima, mostrando um retrato convincente de como a vida poderia ser em um planeta mais quente.

Estes cenários sombrios de futuro não precisam se tornar realidade. A OMM lançou na quarta-feira passada (3/set) esta série de vídeos para apoiar a Cúpula do Clima, uma iniciativa do secretário-geral das Nações Unidas que acontece em 23 de setembro na sede da ONU, em Nova York.

Para saber mais sobre a a Cúpula do Clima vale conferir http://bit.ly/ClimateSummit2014 e sobre as perspectivas para o Brasil (em inglês) em http://bit.ly/1nXbIoA

E enquanto os chefes de estado estarão em Nova York para participar da Cúpula, que irá discutir o destino do mundo, um grupo grande de organizações e movimentos está se mobilizando para mudar o curso da história.

Essa mobilização sem precedentes vai rolar no final de semana (20 e 21 de Setembro) em Nova York com uma mensagem clara de que queremos “Ações, não palavras!!!”. A mobilização também vai rolar várias partes do mundo!

People´s Climate March

Para saber mais sobre o assunto, e se envolver: http://peoplesclimate.org/pt/

[ENGLISH] 

If you would like to, you can watch the english version of this film at: https://www.youtube.com/watch?v=d2SrAsDSN-4&list=UUMCDaG2oNwzEZLTk4ZJiWjg

And read more about the World Metereological Organization´s campaign, and the Climate perspective in Brazil, checkt: https://www.wmo.int/pages/mediacentre/news/Weatherreportfor2050inBrazil_en.html

To learn more and get involved into the People´s Climate March, check: http://peoplesclimate.org/global/

Festival Clímax – Vamos direto ao ponto?

Festival Clímax

 

Em 26 de novembro, começou mais uma rodada de duas semanas de negociações da ONU sobre mudanças climáticas, a CoP-18, em Doha, no Qatar. Pensando em aproximar as pessoas da temática do aquecimento global, as organizações da sociedade civil 350.org Brasil e Change Mob realizam o “Festival Clímax – Vamos direto ao ponto?” para mostrar que as mudanças climáticas já fazem parte do nosso cotidiano.

O evento acontecerá na Câmara Municipal de São Paulo, na Matilha Cultural e na Viração, entre os dias 5 e 9 de dezembro, com exibição de filmes, realização de oficinas e rodas de conversas sobre temas relacionados ao aquecimento global e nossas vidas.

“É muito importante chamar atenção para a realidade das mudanças climáticas enquanto representantes de governos do mundo inteiro estão reunidos no Qatar. As pessoas estão ligando os pontos e percebendo que a mudança do clima já está afetando suas rotinas, seja pelo desconforto e impactos na saúde com dias com recorde de temperaturas altas em determinada região, seja perdendo suas casas por causa de uma tempestade atípica, cada vez mais frequente. Precisamos agir local e rapidamente, pois os negociadores parecem ignorar a urgência e a dimensão do problema que estamos enfrentando”, disse Paula Collet, coordenadora da 350.org Brasil.

O Clímax tem dois objetivos principais: aproximar mais pessoas da temática e unir as diversas organizações que trabalham com o tema para criarem soluções conjuntas. É importante compreender os impactos do clima na produção de alimentos, na mobilidade, no dia-a-dia das mulheres e a importância das mudanças climáticas como um tema prioritário na governança local das cidades do nosso país.

“O Festival também será uma celebração do trabalho de uma série de organizações da sociedade civil que têm realizado ações em prol da mitigação e adaptação climática na cidade de São Paulo”, afirma João Scarpelini, fundador da Change Mob.

Mais informações e programação atualizada aqui

 

***Veja a Programação do Festival Clímax – Vamos direto ao ponto?

05/12 (Quarta-feira) Tema do dia: Soluções Locais

Local: Sede da Revista Viração (Rua Augusta, 1239)

11:30 – 14:00 – Oficina de Fogão Solar com Greenpeace

Local: Câmara Municipal (Palácio Anchieta – Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista)
19:00 – 22:00 – Roda de conversa sobre soluções locais
Convidados:
Aline Cavalcante – Bike Anjo
Ariel Kogan – Rede Nossa São Paulo
Gabriela Alem – Ativista
Gilberto Natalini – vereador
Luiz de Campos Jr – projeto Rios e Ruas
Ricardo Young – vereador eleito

06/12 (Quinta-feira) Tema do dia: Alimentação e Consumo

Local: Sede da Revista Viração (Rua Augusta, 1239)
14:30 – 17:00 – Oficina de Estêncil com Komuniki

Local: Matilha Cultural (Rua Rêgo Freitas, 542)
19:00 – Exibição do Filme: Uma Verdade Mais Que Inconveniente / Meat The Truth
20:20 – Roda de conversa sobre alimentação e consumo
Convidados:
Ana Zilda Coutinho – agricultora
Guilherme Carvalho – Sociedade Vegetariana Brasileira
João Paulo Amaral – Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC)
Nicole Figueiredo de Oliveira – Humane Society Internacional
Nina Best – Vitae Civilis

07/12 (Sexta-feira) Tema do dia: Gênero e Mudanças Climáticas

Local: Sede da Revista Viração (Rua Augusta, 1239)
15:00 – 17:00 – Oficina para criação de Blog com Escola de Notícias

Local: Matilha Cultural (Rua Rêgo Freitas, 542)
19:00 – CURTAS – Weathering Change / 5 Mulheres que fazem a diferença
19:30 – Roda de conversa sobre gênero e mudanças climáticas
Convidados:
Bárbara Lopes – Blogueiras Feministas
Barbara Gonçalves – Vitae Civilis
Gabriela Veiga – artivista
João Felipe Scarpelini – 350.org e Change Mob
Sulália de Souza – Reciclaangela

8/12 (Sábado) Tema do dia: Ativismo

Local: Matilha Cultural (Rua Rêgo Freitas, 542)
18:00 a 18:30 – CURTAS – Weathering Change / 5 Mulheres que fazem a diferença
18:30 a 19:40 – Uma Verdade Mais Que Inconveniente / Meat The Truth
20:00 a 21:30 – Vai lá é faz / Just do It

9/12 (Domingo)
Local: Matilha Cultural (Rua Rêgo Freitas, 542)
19:00 a 21:00 – Just Do It + Curtas: Weathering Change / 5 Mulheres que fazem a diferença
SINOPSES: 

FILME: Vai lá e Faz / Just do It 
Dir: Emily James
País/Ano: UK / 2011
Duração: 90 min
Classificação: 12 anos
Durante um ano repleto de acontecimentos, foi permitido a Emily James o acesso sem precedentes para filmar o mundo secreto do ativismo ambiental de ação direta. Dois anos mais tarde, Just Do It – um conto de modernos bandidos chega às grandes telas do mundo.
Emily James passou mais de um ano participando em grupos de ativistas, como o Climate Camp e Plane Stupid para documentar suas atividades clandestinas, em condições adversas, capturou mais de 300 horas de filmagem. Essa filmagem foi carinhosamente criada, moldada, por Emily e pelo editor James por mais de um ano para chegarem no resultado que pode ser visto agora no cinema.
O filme é uma história de pessoas que lutam pelo que acreditam e que se fazem serem ouvidas. Era uma história que precisava ser contada sem as limitações criativas de modelos tradicionais de produção ou o controle editorial de grandes investidores. E foi assim que Just Do It – um projeto totalmente independente – nasceu.

FILME: Uma Verdade Mais Que Inconveniente / Meat The Truth
Países Baixos / 2008
Duração 74′
Classificação: 12anos

Sinopse: Documentário feito pelo “Partido dos Animais” da Holanda. É a resposta ao “An Inconvenient Truth” do Al Gore, que trata de algumas das causas do aquecimento global, poluição e males afins, mas deixa a questão da pecuária de lado (por motivos políticos). A pecuária é a maior responsável por essa devastação. O mais interessante neste vídeo, é que ele nos alerta para o fato de que 18% das emissões de gases no mundo são causados pela pecuária, enquanto 13%, são causadas pelos transportes! Carros, tratores e aviões causam menos efeito que a pecuária, e muita gente não acredita, ou nem sabe disto, ou não imagina que o impacto seja tanto.

 

SESSÃO CURTA METRAGENS

Weathering Change 
O filme nos leva a Etiópia, Nepal e Peru para ouvir as histórias de quatro mulheres, que lutam para cuidar de suas famílias, enquanto enfrentam perdas de colheitas e escassez de água. Como a população mundial atinge 7 bilhões em 2011, o filme mostra como as mulheres e as famílias já estão adaptando aos desafios ambientais que ameaçam a sua saúde e os seus meios de subsistência.

Weathering Change documenta como o planeamento familiar, a educação das meninas, agricultura sustentável e conservação ambiental são parte da solução. O filme chama para a expansão ao acesso à contracepção e capacitação das mulheres para ajudar as famílias e as comunidades se adaptar aos efeitos da mudança climática.

5 Mulheres que fazem a diferença
O vídeo 5 Mulheres que fazem a diferença aborda a questão da percepção das mudanças climáticas em ambientes urbanos. Além disso, mostra a experiência de 5 mulheres que buscam no seu estilo de ser/estar/viver uma alternativa ao modelão predador da natureza ou desconectado da relação de dependência com o Planeta.

Vem construir um Brasil melhor você também!

Image
De 29 de outubro a 5 de dezembro, todos os brasileiros podem levar propostas para que o Brasil construa um plano de ação para a Parceria para Governo Aberto (Open Government Partnership – OGP, em inglês), iniciativa internacional criada para garantir que os governos assumam compromissos concretos para promoção de transparência, capacitação, combate a corrupção e utilização de novas tecnologias para fortalecimento da governança.

O Diálogo Virtual OGP será realizado no ambiente E-democracia, da Câmara dos Deputados.

Nesse período, qualquer cidadão brasileiro pode contribuir com a criação de propostas de compromissos para o novo Plano de Ação do Brasil.

Então bora lá galera: http://edemocracia.camara.gov.br

O mundo que queremos – Pós 2015!

Você é jovem e está interessado nas discussões da Agenda Pós-2015, faça parte da rede de mobilização das juventudes brasileira através do grupo: juventudes2015br+subscribe@googlegroups.com

VAI – Quebrando o Silêncio!

Hoje rolou no SESC Belenzinho a última apresentação do Espetáculo “Vai” (adaptação do romance Push de Sapphire – q mais tarde virou o filme Preciosa) produzido pela Companhia MC Theater da Holanda para os alunos da Escola Estadual Professor Loureiro Junior, na Zona Leste de São Paulo.

Realmente hoje foi um dia especial! Alguma coisa mágica estava no ar, e a reação da platéia nessa peça que é super participativa foi indescritível. Saí do teatro com a certeza de que a arte tem um papel incrível de transformar a vida das pessoas.

Sem dúvida, eu saio deste projeto transformado!

Não apenas pelo espetáculo incrível, mas também pela semana de oficinas na escola que antecederam o espetáculo, justamente pra preparar os alunos para o espetáculo.

Mas se você ainda não viu, não se preocupe! Ainda dá tempo de assistir as duas ultimas apresentações dessa montagem que serão aberta ao público!

Vale conferir: http://www.sescsp.org.br/sesc/programa_new/mostra_detalhe.cfm?programacao_id=230933

VAI (HOL)SESC Belenzinho
Dia 3/11, sábado, às 17h. Dia 04/11, domingo, às 15h.
Peça baseada no premiado romance homônimo (“Push”, em inglês), da poeta de hip-hop Sapphire. Conta a história de Preciosa, uma adolescente analfabeta e vítima de abuso e maus tratos. Depois de ficar grávida do próprio pai pela segunda vez, se vê obrigada a deixar a escola. Preciosa muda para uma escola alternativa onde, com a ajuda de uma professora dedicada, aprende a ler e escrever. Conforme é alfabetizada, passa a assumir as rédeas da própria vida, e descobre o poder das palavras, desenvolve novos laços afetivos, e melhora sua auto-estima. Vai trata da questão da autonomia na adolescência por meio do exercício da escrira, e traz questões como analfabetismo, mães adolescentes e incesto para o centro da cena e reflexão do público. Parte de um projeto educacional mais amplo, já passou por outros países e inspirou documentário realizado pela cineasta Nina Jurna. Com MC Theater Holanda). Adaptação teatral Mariëlle van Sauers. Direção de Marjorie Boston. Elenco: Mariëlle van Sauers, Marjorie Boston, Jennifer Sint Jago. Projeto educativo de Johan van Aalst. Sala de Espetáculos I. Duração: 1h de espetáculo, seguido de 1h de debate aberto ao público.Não recomendado para menores de 14 anos.

R$ 8,00 [inteira]
R$ 4,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]
R$ 2,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]

Orgulho imenso de fazer parte deste projeto.. and bedanken for the entire MC Theater crew.. you guys are inspiring and amazing!

Genero & Mudanças Climáticas – Debate em Brasília

Galera que está ou estará em Brasilia semana que vem!!!
Queria aproveitar e convidar a todos para uma super atividade da Change Mob (www.change-mob.org) e Griô Produções que vai rolar em Brasília.

 

Mudanças climáticas são uma questão de gênero?

Filme Weathering Change, da ONG Population Action International, mostra como as mudanças climáticas afetam homens e mulheres de forma diferente. Projeção do filme para representantes políticos, em Brasília, será seguida de debate.
“A vida de uma mulher é difícil, e as mudanças climáticas estão tornando-a ainda mais difícil”, diz Aregash Ayele, 32 anos e seis filhos, moradora de uma comunidade rural na Etiópia. Por conta das mudanças no padrão das chuvas, as plantações estão enfraquecidas, e os homens precisam migrar para outros locais em busca de sustento. O peso de cuidar da plantação, da casa e das crianças recai sobre mulheres como Aregash.
Esses são alguns dos efeitos que o aquecimento global causa na vida de muitas famílias. As alterações no clima já são sentidas em diversas partes do globo, e não afetam as pessoas da mesma forma, principalmente em países em desenvolvimento, como a Etiópia e o Brasil.
Para mostrar o papel que tem o gênero nesse cenário, a ONG Population Action International (P.A.I.) lança o filme Weathering Change, que trata dos efeitos das mudanças climáticas nas famílias e de como o planejamento familiar, a educação das crianças e a agricultura sustentável ajudam as comunidades, em especial as mulheres, a se adaptarem às mudanças. Com a população mundial beirando 7 bilhões de pessoas, é preciso aumentar o acesso à contracepção e dar recursos para que homens e mulheres consigam lidar com o que vem por aí. O filme conta a história de quatro mulheres de diferentes países e de como as mudanças no clima estão afetando suas rotinas.
O filme Weathering Change será exibido em Brasília em uma sessão especial para os representantes políticos, no dia 22/05/2012, às 17h30, no Plenário 3 do Anexo II da Câmara dos Deputados. Após o filme, que dura cerca de 14 minutos, haverá um debate entre políticos e especialistas. O filme e o debate são uma preparação para a conferência Rio+20. Haverá posteriormente exibições públicas em São Paulo e no Rio de Janeiro. Mais informações podem ser acessadas no site http://www.generoemudancasclimaticas.org
O filme Weathering Change será exibido em Brasília, em uma sessão especial para os representantes políticos; em São Paulo, em uma sessão para jornalistas e blogueiros; e no Rio de Janeiro, em uma sessão para ativistas e empreendedores sociais. Após o filme, que dura cerca de 14 minutos, haverá debates entre os participantes e os especialistas. O filme e o debate são uma preparação para a conferência Rio+20. Haverá posteriormente exibições públicas em São Paulo e no Rio de Janeiro.
Para maiores informações visite o site do projeto: http://www.generoemudancasclimaticas.org/

Quer entender a Rio+20!?

Para entender o presente, é preciso relembrar o passado. Por isso, a aproximadamente sete meses da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), o Centro de Informação das Nações Unidas (UNIC Rio) disponibiliza o documentário “A Cúpula da Terra – Conferência da ONU sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (1992)”. O filme é uma oportunidade única para entender as negociações, os acontecimentos e as curiosidades do evento marco nas discussões em torno de desenvolvimento sustentável.

Não é só de ideais e reuniões que se faz uma Conferência Global. Por trás da tentativa de se firmar acordos, existem opiniões, gafes, protestos, personalidades e acontecimentos que, em alguns casos, moldam para sempre a história da política e da diplomacia internacional. E, na Cúpula da Terra de 1992, a mais importante conferência sobre o meio ambiente e desenvolvimento já realizada, não seria diferente.

Vale a pena assistir: