Who need humanitarian workers!?

[EN] – português abaixo!

I know this is coming with a few day’s delay.. but I think still super worth to post it here.

August 19th was the World Humanitarian Day… a day to celebrate the millions of people out there who committed their lives to make a difference and that invest all their energy and passion in making this world a better place to live in.

They work to alleviate poverty, provide emergency food, emergency shelter, vaccination, education.. on a daily basis they give their best but it seems not to be enough.

But it seems that Humanitarian workers are actually being misunderstood. The recent attacks at the UN house in Nigeria were a sad example of this. Unfortunately this is not the first time there is an attack to the UN that ends up killing a bunch of innocent humanitarian workers.

People forget, that the UN is basically a independent platform for governments to meet, discuss and agree on different issues. That the UN don’t go around deciding things alone, it acts on agreements made by all its member states.

Regardless of that, Its just sad to forget that behind the labels and the institutions we are talking about people, normal people with families, lives and dreams… normal people like you and me who are dedicating their lives to help others.

Check the video below, made by the World Humanitarian Day project, that I guess says a lot about all these: 

Of course, I don’t need to say that there are people and people. And that is applied to all places and fields of work. For sure there are crap humanitarian workers, or people that take advantage of their positions, or people that are on this for their careers and status and not for the passion and commitment. I don’t argue with that, but for sure they are a small minority, and should not be generalized!

There are lots of incredible passionate people doing this kind of work too. The life of an humanitarian worker is far less romantic and glamours than most people might think. With all the traveling, and living in different countries country people tend to think working for the UN is an easy and exciting life.

Of course the work is rewarding. But people forget that for all those missions, you have to leave your families and friends behind, pack your life into a small bag and put yourself in extreme situations, in places you don’t know, in a language you don’t speak, having to get used in few days to a whole different life you never imagined you would have to live.

Trust me, living in this roller coaster of emotions in practice rather than glamorous this is far more exhausting and intense that you may think. But I don’t want to make this post a sad note… I’m pretty confident that there are plenty of people out there who understand and support the work humanitarians are doing!

So I want to finish this post with an exciting opportunity:

The 2011 World Humanitarian Day campaign in partnership with The United Nations Department of Public Information just launched the 3rd annual Citizen Ambassadors video contest that goes until September 8th 2011.

For more information check the official Citizen Ambassadors website: http://www.uncitizenambassadors.org/

_______________________________________________________________________________________

[PT] Eu sei que isto está chegando com alguns dias de atraso.. mas ainda acho que vale a pena postar sobre isso aqui.

Dia 19 de Agosto foi o Dia Mundial dos Trabalhadores Humanitários … um dia para celebrar as milhões de pessoas que dedicam suas vidas para fazer a diferença e que investem toda sua energia e paixão em fazer deste mundo um lugar melhor para se viver.

Eles trabalham para aliviar a pobreza, fornecer alimentos de emergência, abrigo de emergência, vacinação, acesso a educação .. diariamente dão o seu melhor, mas parece não ser suficiente.

Parece que os trabalhadores humanitários estão sendo mal interpretado. Os recentes ataques na casa das Nações Unidas na Nigéria foram um triste exemplo disso. Infelizmente esta não é a primeira vez que é um ataque à ONU que acaba matando um monte de trabalhadores humanitários inocentes.

As pessoas esquecem, que a ONU é, basicamente, uma plataforma independente para facilitar discuções e negociações entre governos sobre as mais diferentes questões. A ONU não sai simplesmente por aí decidindo as coisas sozinha, a Organização das Nações Unidas apenas age em cima de acordos feitos por todos os seus Estados membros.

Independentemente disso, é triste esquecer que por trás dos rótulos e das instituições nós estamos falando de pessoas, pessoas normais com as famílias, vidas e sonhos… pessoas normais como eu e você que estão dedicando suas vidas para ajudar os outros.

Confira o vídeo abaixo (em ingles), feito pelo projeto Dia Mundial do Trabalhador Humanitário, que eu acho que diz muito sobre todos estes: 

Claro, eu não preciso dizer que há pessoas e pessoas. E que isso se aplica a todos os lugares e campos de trabalho. Por certo que há trabalhadores humanitários que não prestam, ou pessoas que se aproveitam de seus cargos, ou pessoas que estão nesta para suas carreiras e o tal status e não pela paixão e o compromisso. Eu não discordo, mas com certeza eles são uma pequena minoria, e isso não pode ser generalizado!

Há muitas pessoas incríveis e apaixonadas fazendo esse tipo de trabalho também. E claro, a vida de um trabalhador humanitário é muito menos romântica e glamourosa que a maioria das pessoas possam pensar. Com todas as viagens, e a possibilidade de morar em países diferentes, as pessoas tendem a pensar que trabalhar para a ONU é uma vida fácil e emocionante.

É claro que o trabalho é gratificante. Mas as pessoas esquecem que para todas essas missões, você tem que deixar sua família e amigos para trás, colocar sua vida e memórias dentro da mala e se jogar em situações extremas, em lugares que você não conhece, numa língua que não fala, ter que se acostumar em poucos dias a uma vida totalmente diferente do que você alguma vez imaginou que teria que viver.

Acredite, viver nesta montanha-russa de emoções, na prática, muito mais do que glamourosa é muito mais cansativo e intenso do que você pode imaginar.

Mas não quero fazer este post uma nota triste … Estou bastante confiante de que há muita gente por aí que compreender e apoiar o trabalho que os trabalhadores humanitários estão fazendo!

Então, eu quero terminar este post com uma excelente oportunidade:

A campanha do Dia Mundial Humanitário de 2011, em parceria com o Departamento de Informação Pública das Nações Unidas  acaba de lançar o terceiro concurso anual de vídeos para o Cidadão Embaixador que vai até 8 de setembro de 2011.

Para mais informações consulte o site oficial Citizen Ambassadors: http://www.uncitizenambassadors.org/

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s